/image/38/7/exalt.68387.jpg

MATERIAIS INOVADORES

O PEUGEOT EXALT é composto por materiais brutos e naturais, associados a materiais inovadores e eficientes. 

SHARK SKIN

/image/40/0/shark_skin_exalt.68400.jpg

Para melhorar o coeficiente aerodinâmico, a traseira do EXALT é revestida com o material têxtil Shark Skin - inspirado na textura da pele de tubarão. Graças à sua textura e ao acabamento tecnológico, esse material derivado do biomimetismo aumenta sensivelmente as capacidades aerodinâmicas do veículo, a fim de reduzir o consumo. Sua utilização é realçada por um corte franco, que faz a transição entre a porta traseira e a vigia lateral, e entre a tonalidade cinza do aço e vermelha do Shark Skin.

TECIDO E COURO

A bordo do PEUGEOT EXALT, todos os ocupantes recebem um tratamento privilegiado, seja o condutor ou os passageiros. Os bancos, dotados de uma estrutura heterogênea, conjugam assento e encosto em tecido misto, com laterais em couro envelhecido. O tecido e o couro são utilizados num processo que otimiza a gestão dos recursos. Assim, para evitar os cortes e as sobras de produção, o tecido é trabalhado com pinças.

Esse processo simples é inspirado na tradição das grandes “maisons” de confecção masculina. Obtém-se, assim, uma superfície de tecido sem costuras e com dobras definidas. Normalmente, o couro utilizado nos automóveis, para ser considerado perfeito, não deve apresentar marcas antes de ser curtido.

MADEIRA ÉBANO

/image/40/2/bois_ebene.68402.jpg

O ébano foi selecionado por ser uma madeira nobre, nativa do continente asiático. Ele ostenta um motivo desenhado pela agência de design PINWU: associando elementos que remetem a um leão, símbolo da Marca, e caules e folhas de bambu, sua realização foi confiada a um artesão chinês, que domina uma técnica tradicional.

FIBRA DE BASALTO

/image/40/3/fibre_basalte_exalt.68403.jpg

A fibra de carbono cede lugar à fibra de basalto, um composto natural. Derivado da pedra do mesmo nome, ele diminui a utilização de recursos petroquímicos.